Por Dr. Carlos Eduardo Blos

Roncar é uma doença e pode levar a uma série de conseqüências inclusive ao óbito, é o que relata a academia americana de medicina do sono.

Roncar não é normal em nenhuma idade e além dos problemas sociais envolvidos, a pessoa que ronca não descansa como uma pessoa que dorme normalmente, apresentando cansaço físico e mental mesmo quando dorme a noite toda.

Quem ronca também pode apresentar durante o sono a apneia (paradas respiratórias).

Pessoas que roncam estão mais sujeitas a sofrerem com déficit de atenção e dificuldade de concentração, prejudicando seu desempenho físico e mental, seja no trabalho ou nos estudos. Sofrem, também, com perda de memória, diminuição da libido, aumento de peso, dores de cabeça, são mais propensas a sofrerem acidentes de trânsito, bem como acidentes vasculares cerebrais (AVC), depressão, hipertensão e arritmias noturnas.

Atualmente, existem diversos aparelhos intra-orais que o dentista pode confeccionar para serem usados no tratamento. As indicações vão depender do grau de severidade da doença e da condição bucal do paciente.

O uso de parelhos no tratamento do ronco apresenta grande aceitação por parte dos pacientes por ser um tratamento não invasivo, que não requer cirurgias, apresenta alta eficácia, é seguro e tem um baixo custo.

Se você ronca ou dorme com alguém que ronca, saiba que isto tem solução! Pare de roncar, durma bem e viva melhor!

Via ABO-NH