Existem dois tipos de manchas nos dentes. Saiba quais são!

Por Dra Andréia Dahdal

O desejo por um sorriso mais branco é comum entre a maioria das pessoas. No entanto, com o passar dos anos, é natural que os dentes venham a escurecer. “Existem variações de tonalidades determinadas pela genética, mas muitas das manchas estão associadas a fatores externos, como hábitos alimentares e de higiene”, explica a profissional Andréia Dahdal. E muitas dessas manchas podem acabar virando um incômodo na estética. Pensando nisso, a dentista trouxe explicações sobre os tipos de manchas, as extrínsecas e intrínsecas, e como tratá-las.

SAIBA DIFERENCIAR AS MANCHAS INTRÍNSECAS E EXTRÍNSECAS

Não é apenas pela preocupação estética, saber mais sobre o tipo de manchas que apareceram no seu sorriso é uma maneira de entender a causa delas e prevenir-se. “As manchas intrínsecas são profundas, localizadas na parte interna dos dentes, geralmente associadas a uma mudança química na estrutura do tecido que compõe o elemento dental”, explica a profissional. Desse tipo, podemos destacar, por exemplo, o escurecimento dos dentes por conta do envelhecimento e traumatismo dentários. Esses causadores são diferentes dos relacionados as manchas extrínsecas. “Elas são superficiais e estão associadas aos pigmentos de alimentos, bebidas, tabaco, sangramento gengival ou até de bactérias chamadas de cromogênicas”, diferencia ela.

COMO É POSSÍVEL TRATAR MANCHAS NOS DENTES?

Assim como existem diferentes causas para cada tipo de mancha, há tratamentos específicos para cada uma. As manchas intrínsecas podem ser solucionadas com tratamento de clareamento, que será indicado pelo profissional ao avaliar o grau de escurecimento do dente. “Nos quadros mais severos, também podemos indicar um recobrimento com resinas ou cerâmica, devolvendo a estética do sorriso”, completa a dentista. Enquanto isso, pacientes com manchas extrínsecas podem recorrer à limpeza profissional. “Neste caso, o dentista realiza uma raspagem e polimento da superfície dos dentes, devolvendo o brilho e lisura de superfície”, esclarece Andréia.

FIQUE DE OLHO NOS CUIDADOS PARA EVITAR AS MANCHAS

Os cuidados com a higiene bucal são a maneira mais básica para evitar as manchas extrínsecas. Em especial, quando a limpeza é realizada após o consumo de alimentos e bebidas com pigmentos, como por exemplo vinho e café. “Além disso, as profilaxias periódicas no dentista também são fundamentais”, orienta a profissional. Já a prevenção das manchas intrínsecas, Andréia destaca que pode ser feita através de:

  • uso de protetores bucais nas práticas esportivas para prevenir traumatismos;
  • colocar pequena quantidade de creme dental para crianças, evitando assim a fluorose;
  • ter atenção com automedicação, pois alguns antibióticos, durante a formação dos dentes, podem provocar manchas.

Fonte: Sorrisologia

2018-04-24T12:04:26+00:00 Abril 24th, 2018|Saúde Bucal|

Leave A Comment

Resolva este captcha: *